Utilizamos cookies para a disponibilização e funcionalidade deste site. Se os cookies puderem servir também para outros fins, clique aqui. Informações sobre como desactivar cookies e protecção de dados

A vida de Berthold Leibinger: uma retrospectiva de quatro pontos de vista

Talento de engenharia, preparado para correr riscos, aberto ao mundo: muitos de seus companheiros apontam essas qualidades de Berthold Leibinger como sendo a fórmula de sucesso para seu êxito pessoal e o crescimento da TRUMPF ao nível de líder de mercado mundial em engenharia e tecnologia laser.

Berthold Leibinger und Ehefrau Doris

"I just want to give something back to this country of mine that has given so much to me."

Prof. Dr. Berthold Leibinger
TRUMPF shareholder with his wife Doris

Com sua grande vontade de experimentar sempre algo novo, Leibinger transformou a TRUMPF em uma garantia de inovação por mais de cinco décadas. Sua disciplina de trabalho não foi a única coisa que o ajudou, marcada por sua educação protestante em Korntal, mas também seu amor pela tecnologia e cosmopolitismo, duas características passadas a ele por seus pais. Seu pai, um mestre em fabricação de instrumentos cirúrgicos, era de uma família com raízes na técnica de medicina, sua mãe cuidava de um negócio do leste asiático em Stuttgart. Assim Liebinger deu cedo o primeiro passo no exterior para alavancar saltos de desenvolvimento importantes para sua empresa, de forma autônoma, e ajudar a transformar a TRUMPF em um player global.

Com sua esposa Doris ele teve três filhos. Em 2005, ele transferiu a direção da empresa para sua filha Nicola Leibinger-Kammüller, o filho Peter Leibinger foi nomeado vice-presidente. A filha mais nova Regine Leibinger dirige em Berlim o escritório de arquitetura Barkow Leibinger.

Berthold Leibinger não era só um empresário e engenheiro talentoso com vontade de mudar, mas também uma pessoa com uma vida pública que, por meio de suas ações, sempre buscou dar uma contribuição à sociedade e à cultura. As influências que mais o marcaram, suas principais invenções e decisões corporativas, bem como sua atuação na economia, política e sociedade podem ser vistas em resumo nesta página.

"Curiosidade como estado base"

Berthold Leibinger reflete sobre sua paixão por tecnologia, arte, música, literatura e o Japão.

Infância, lar e formação - Berthold Leibinger e suas primeiras influências

"A laser is a tool that can serve to separate or connect – it all depends on the setting."

Prof. Dr. Berthold Leibinger
TRUMPF shareholder in conversation with Erich Honecker

O espírito inventor e o talento de engenharia de Leibinger como garantia de inovação no processamento de chapas

Primeira patente como estudante

Como graduando na TRUMPF, em 1957 Leibinger se dedicava às deficiências técnicas das tesouras de corte comuns na época para corte de chapas. O resultado: a máquina de corte e cópia, que se tornou o motor do sucesso da TRUMPF nos anos de milagre econômico e levou a TRUMPF à impressa com o nome "Rei do corte".

Vida e trabalho nos Estados Unidos

Em 1958, Leibinger e sua esposa Doris realizaram o sonho de viver e trabalhar nos EUA. Durante dois anos, ele trabalhou como construtor na Cincinnati Milling Machine Company in Wilmington (Ohio) – na época, o maior fabricante de máquinas-ferramenta do mundo.

Retorno à Alemanha com novas ideias

Nos EUA, Leibinger teve o primeiro contato com máquinas-ferramenta comandadas numericamente. Elas o inspiraram a desenvolver, em meados da década de 1960, uma máquina de puncionamento comandada numericamente. A coragem deu frutos: a TRUMATIC 20 se tornou sensação na exposição de máquinas-ferramenta europeia em Paris, em 1968.

Novas invenções na área de ferramentas elétricas

Em 1963, Leibinger conseguiu um grande avanço na área de ferramentas elétricas: com a nova formadora de solda operável manualmente TKF, um funcionário pode criar cantos de solda com processamento em etapas de uma chapa fixa, totalmente contrário ao processo até então usado. A inovação conseguiu uma de suas diversas patentes.

Revolução no processamento de chapas

Durante sua nova estadia nos EUA em 1978, Leibinger pesquisou pessoalmente se um laser de CO2 também seria adequado para o corte de chapas. Sua intuição mostrou novamente estar certa: um ano mais tarde, ele apresentou a primeira máquina combinada de laser e puncionamento, inicialmente com fontes de raio dos EUA.

O laser se torna o sucesso de vendas

É claro que Leibinger estava focado em produzir internamente as fontes de raio. Ele conseguiu isso em 1985 com o primeiro laser de CO2 desenvolvido por conta própria, o TRUMPF LASER TLF 1000. Apenas quatro anos mais tarde ele lançou o primeiro laser "dobrado" da TRUMPF no mercado, que até hoje é o laser multikilowatt mais vendido do mundo.

- / -

Internacionalização, independência, proximidade do cliente: os princípios corporativos de Leibinger como motor para o crescimento da TRUMPF

Após sua estadia nos Estados Unidos, Leibinger se tornou em 1961 diretor do departamento de construção em Weilimdorf, que nessa época contava com sete funcionários. Nesta função ele realizou várias novas construções importantes, que levaram à reformulação completa do programa de produtos da TRUMPF e formaram a base para seu crescimento posterior.

De 1966 a 1978, Leibinger foi o diretor técnico e sócio. Neste período, ele e o sócio Hugo Schwarz alavancaram a internacionalização da empresa de forma consequente, fundaram as filiais, entre elas, na Suíça, e empresas de vendas e assistência em muitos mercados-chave europeus. Até hoje, a proximidade com o cliente é um dos pilares importantes para o sucesso da TRUMPF.

Em 1969, Leibinger inaugurou a primeira unidade de produção fora da Europa da TRUMPF. Em Farmington (Connecticut), na costa leste, ele conseguiu estabelecer a TRUMPF desde cedo nos Estados Unidos. Foi a partir de lá que o mercado mundial de máquinas-ferramenta foi conquistado. Ainda hoje, os EUA são, depois da China, o maior mercado estrangeiro da TRUMPF fora da Europa.

Desde sua tese universitária, Leibinger conseguiu várias patentes para suas invenções. Com o lucro delas, ele adquiriu, passo a passo, ações da empresa. Em 1978, Leibinger já possuía a maioria das ações da TRUMPF, com idade de 48 anos.

Em 1978, ele assumiu a direção executiva e a TRUMPF atingiu, pela primeira vez, a marca de receita de 100 milhões de marcos alemães. Até a mudança da direção em 2005, Leibinger expandiu a TRUMPF e a transformou em um player global com uma receita de 1,4 bilhões de euros e cerca de 6.000 funcionários.

Em 2005, já com 75 anos, Leibinger decidiu passar a direção da empresa após 40 anos para a próxima geração. Sua filha, Nicola Leibinger-Kammüller, se tornou diretora executiva, seu filho Peter Leibinger foi nomeado vice-presidente. Berthold Leibinger assumiu a presidência no conselho administrativo, cargo em que atuou até 2012.

Mecenas e pessoa pública: as contribuições de Leibinger fora dos limites da empresa


Seu contato para mais informações

Dr. Andreas Möller, Leiter Unternehmenskommunikation und Politik, TRUMPF
Dr. Andreas Möller
Diretor de comunicação empresarial e política

Close

Country/region and language selection

Please take note of

You have selected Portugal. Based on your configuration, United States might be more suitable. Would you like to keep or change the selection?

Portugal
United States

Or, select a country or a region.